Confesso que quando li a sinopse e assisti ao trailer do filme fiquei com os olhos marejados.

O filme fala sobre um cachorro que morre e reencarna várias vezes na Terra. Em cada nova vida ele encontra pessoas diferentes e vive muitas aventuras, até que reencontra o seu primeiro dono, que foi seu maior amigo.

Eu já estava contanto os dias para a estréia do filme, até que um dia vi no facebook um video teoricamente “vazado” que mostrava um cachorro do elenco de Quatro Vidas de um Cachorro sofrendo maus-tratos no set de filmagens.

Fiquei com o coração dividido porque queria muito assistir, mas como que eu iria ver um filme que faz isso com os dogs?

A organização não-governamental PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) fez campanha para que todos boicotassem o filme.

A repercussão foi tão grande que a produção do longa chegou a cancelar algumas pré-estreias nos Estados Unidos.

Mas aí veio a reviravolta…

A American Humane, entidade que garante o bem-estar dos animais no set de filmagem, falou ao The Guardian que o vídeo foi “editado deliberadamente com o objetivo de enganar o público e provocar indignação pública”.

Foi realizado uma investigação e um especialista em crueldade animal analisou imagens adicionais e conversou com pessoas presentes antes de concluir que o vídeo “descaracterizou os eventos no set”. O relatório ainda revela que o set estava preparado com as devidas medidas de segurança e que possuía uma tenda de aquecimento para examinar o animal assim que ele saísse da água.

A American Humane também atesta que o cachorro foi selecionado por seu amor pela água e que tinha sido “treinado profissionalmente e condicionado para cenas de água ao longo de seis semanas, usando técnicas positivas de treinamento”.

Ficou claro no relatório que as duas cenas divulgadas foram gravadas em momentos diferentes. A primeira foi parada quando o animal apresentou sinais de estresse, enquanto, durante na última cena, testemunhas dizem que o cão queria voltar para a água, mas que, por cautela, as filmagens foram paradas.

UFA! Agora que está tudo esclarecido, posso ir assistir ao filme sem culpa!

Assista ao trailer e vá ao cinema assistir ao filme “Quatro Vidas de Um Cachorro” que já está no cinema!

Compartilhe esse post para ajudarmos a corrigir essa injustiça com o filme!

Comentários

commentários